prognóstico
Câncer de mama no homem
Embora raro, o câncer de mama pode, sim, afetar os homens. Câncer de mama em homens representa menos de 1% do total de casos de câncer de mama. O câncer de mama nos homens é diagnosticado com base em uma alteração na mama, geralmente notada pelo próprio paciente, já que não existe rastreamento de câncer de mama em homens. A maioria dos aspectos do câncer de mama no homem são parecidos com o que se observa nas mulheres, de modo que encorajamos o leitor a ler o blog inteiro, além deste texto explicativo. Fatores de risco de câncer de mama...
Sobrepeso prejudica eficácia da hormonioterapia
Já é conhecido o fato de que a obesidade está associada a um pior prognóstico do câncer em mulheres com doença metastática. Isto provavelmente se deve ao fato de que a maioria destas mulheres apresenta tumores que crescem com o estímulo do estrógeno, e o estrógeno parece estar aumentado nas mulheres menopáusicas obesas em comparação com as de peso adequado. Em mulheres que ainda não estão na menopausa, a origem do estrógeno são os ovários. Bloqueando a função ovariana e acrescentando seja Tamoxifeno (tratamento tradicional) seja Anastrazol (um inibidor de aromatase), um grupo austríaco avaliou se a obesidade influenciava a...
O que devo perguntar
Quando pacientes com câncer vão a uma consulta médica, exceto nos casos em que o médico dá uma idéia geral sobre a doença e o plano de tratamento, estas mulheres frequentemente não sabem o que perguntar. Outras vezes elas têm medo de perguntar. Segue abaixo uma lista de tópicos importantes, que sugerimos que cada mulher discuta abertamente com seu médico: Qual é exatamente a minha doença e qual é o prognóstico? Qual é a extensão da minha doença? (localizada, localmente avançada ou metastática). O que isto quer dizer? Quais são as opções de tratamento, e se estas opções têm intuito curativo...
Determinação do prognóstico do câncer de mama
Fazem parte da determinação prognóstica do câncer a avaliação da extensão da doença (denominada de estadiamento) assim como a caracterização adicional da presença ou ausência de determinadas proteínas (testadas pela técnica denominada imunohistoquímica) ou a presença exacerbada de determinados genes. Além disso, a doença tem de ser necessariamente colocada no contexto da idade e comorbidades da paciente, seu suporte familiar e estrutura de apoio. Estadiamento (avaliação da extensão da doença) A extensão do câncer de mama tem de ser avaliada em todos os casos, pois ajuda a determinar a melhor estratégia de tratamento. O estadiamento leva em consideração o tamanho do tumor na...
1