oncologista
Câncer de mama no homem
Embora raro, o câncer de mama pode, sim, afetar os homens. Câncer de mama em homens representa menos de 1% do total de casos de câncer de mama. O câncer de mama nos homens é diagnosticado com base em uma alteração na mama, geralmente notada pelo próprio paciente, já que não existe rastreamento de câncer de mama em homens. A maioria dos aspectos do câncer de mama no homem são parecidos com o que se observa nas mulheres, de modo que encorajamos o leitor a ler o blog inteiro, além deste texto explicativo. Fatores de risco de câncer de mama...
Combate ao câncer
No Dia Internacional de Combate ao Câncer, a rádio CBN recebe o médico oncologista do Hospital Albert Einstein Rafael Kaliks para uma entrevista sobre a prevenção do câncer e o combate a esta doença. Ouça aqui a matéria completa....
Qualidade de vida no paciente com câncer
A rádio CBN realizou uma entrevista com o doutor Rafael Kaliks, médico oncologista do Hospital Albert Einstein, sobre a qualidade de vida no tratamento do paciente com câncer. Ouça aqui a entrevista completa....
Tratamento oral contra o câncer
A rádio CBN entrevistou o doutor Rafael Kaliks, médico oncologista do Hospital Albert Einstein e diretor científico do Instituto Oncoguia, a respeito do uso de medicamentos orais no tratamento contra o câncer. Ouça aqui a entrevista....
Políticas para combate ao câncer decolo de útero
O Brasil pode fechar o ano com um número de casos de câncer de colo de útero muito superior aos 17,5 mil estimados pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca). Apesar do número alarmante, o diretor do Instituto Oncoguia, Rafael Kaliks, considera a projeção do Inca conservadora. “Existe uma variabilidade muito grande do número de casos por 100 mil habitantes entre os estados e não tem motivo para uma região ter muito maior incidência do que outra. Existem locais onde os números não estão sendo documentados de forma adequada”, afirmou o oncologista. Leia aqui a matéria completa....
Quem procurar
Diversas situações podem fazer com que uma paciente se pergunte quem é o profissional que ela deve procurar. Damos abaixo algumas recomendações: Paciente que sente alguma alteração nova na mama Deve procurar o ginecologista que a conheça, ou um mastologista. Deve sempre levar consigo, para a consulta, as últimas mamografias. Esta consulta deve ocorrer dentro de, no máximo, uma a duas semanas, e de maneira alguma a paciente deve esperar pela próxima consulta de rotina. Mulher com parente(s) de primeiro grau com câncer de mama e/ou ovário antes dos 50 anos de idade, ou com história de homem com câncer...
Hormonioterapia
A hormonioterapia é a classe de medicações mais efetiva de que dispomos para o tratamento de pacientes cujos tumores tenham expressão dos chamados receptores hormonais. Estes receptores são o receptor de estrógeno (RE) e de progesterona (RP), e sua presença qualitativa e quantitativa é determinada pela avaliação do tumor através da técnica denominada de Imunohistoquímica. Assim, absolutamente todo tumor de mama deve ser avaliado quanto à presença ou ausência destes receptores, e preferencialmente esta avaliação deve ser feita por um bom laboratório, com controles de qualidade adequados. A presença destes receptores (ou de apenas um deles) indica um benefício da...
O que significa “risco de desenvolver câncer de mama”
Risco é a chance de uma pessoa desenvolver o câncer ao longo de um determinado período. O câncer de mama é em parte decorrente de uma série de fatores de risco Idade avançada Predisposição genética hereditária História familiar Menarca (primeira menstruação) precoce e menopausa tardia Radioterapia prévia na região do tórax Mamas mais densas Obesidade Sedentarismo Etilismo (alcoolismo) Tabagismo Uso de reposição hormonal (reposição de hormônios femininos após a menopausa) Embora não exista um meio perfeito para prever que mulher terá câncer de mama no futuro, existem modelos matemáticos que nos ajudam a prever o risco para uma determinada mulher, com base em algumas...
Diagnóstico do câncer de mama
O diagnóstico de câncer de mama somente pode ser estabelecido mediante uma biópsia de área suspeita que seja analisada por um patologista e laudada como sendo um câncer. A realização desta biópsia, no entanto, somente ocorre em face de alguma alteração suspeita (seja no exame físico, seja na mamografia). Quando a paciente ou o médico encontram alterações ao exame físico, são solicitados exames adicionais como mamografia (um raio X das mamas) e/ou um ultrassom das mamas. Além disso, mulheres sem alterações ao exame das mamas podem ter alterações detectadas na mamografia de rotina, que deve ser realizada em todas as mulheres...
Tipos de câncer de mama
O que é o câncer de mama? O câncer de mama consiste em um crescimento descontrolado de células da mama que adquiriram características anormais (células dos lóbulos, produtores do leite, ou dos ductos, por onde é drenado o leite), anormalidades estas causadas por uma ou mais mutações no material genético de uma célula destas estruturas. Existem mutações que fazem com que uma célula apenas se divida exageradamente, mas não tenha a capacidade de invadir outros tecidos. Isto leva aos chamados tumores benignos ou não cancerosos. Quando ocorrem mutações no material genético de uma ou mais células, e esta(s) adquire(m) a capacidade...
1