genética
O que é o câncer
O aparecimento de um tumor é sempre consequência de uma alteração no material genético de uma célula. Todas as células do nosso corpo se dividem (em velocidades variadas), e ao longo destas divisões, invariavelmente ocorrem alterações nos genes. Quando o organismo não consegue corrigir a mutação genética ou eliminar esta célula com mutação, e quando esta mutação faz com que a célula se divida de maneira exacerbada e descontrolada, surge o tumor....
Como podemos calcular o risco de uma mulher desenvolver câncer de mama
Modelo de Gail Este modelo é a base do chamado “Breast Cancer Risk Assessment Tool”, utilizado pelo Instituto Nacional do Câncer dos EUA para calcular o risco de uma mulher desenvolver um câncer de mama. É um modelo desenvolvido para uso pelo médico, não é o modelo ideal para mulheres sabidamente com mutações genéticas hereditárias predisponentes ao câncer, e, mais importante, é um modelo matemático com base na população americana. Por conta destes fatores, seus resultados podem não ser completamente aplicáveis à população brasileira. A calculadora, que pode ser acessada no link  www.cancer.gov/bcrisktool , leva em conta alguns itens: Se a...
O que significa “risco de desenvolver câncer de mama”
Risco é a chance de uma pessoa desenvolver o câncer ao longo de um determinado período. O câncer de mama é em parte decorrente de uma série de fatores de risco Idade avançada Predisposição genética hereditária História familiar Menarca (primeira menstruação) precoce e menopausa tardia Radioterapia prévia na região do tórax Mamas mais densas Obesidade Sedentarismo Etilismo (alcoolismo) Tabagismo Uso de reposição hormonal (reposição de hormônios femininos após a menopausa) Embora não exista um meio perfeito para prever que mulher terá câncer de mama no futuro, existem modelos matemáticos que nos ajudam a prever o risco para uma determinada mulher, com base em algumas...
Como diminuir o risco de desenvolver câncer de mama
A prevenção do câncer de mama pode ser dividida em três partes: Prevenção primária: tudo aquilo que pode ser feito para evitar a ocorrência do câncer Prevenção secundária: diagnóstico precoce e prevenção da recorrência (recidiva) Prevenção terciária: medidas para minimizar o impacto da doença já estabelecida, na qualidade de vida das pessoas. Abordaremos aqui apenas a prevenção primária e secundária. Prevenção primária O câncer de mama é em parte decorrente de uma série de fatores de risco: Idade avançada Predisposição genética hereditária História familiar Menarca (primeira menstruação) precoce e menopausa tardia Radioterapia prévia na região do tórax Mamas mais densas Obesidade...
1